/eks waɪ ədˈventʃərəs/

HomeParceriaO AutorA HistóriaContatoCapítulosPersonagens (S01 - S02 - S03)

Season 3 — Capítulo 13

POKÉMON XY ADVENTURES APRESENTA:
Season 3 — Capítulo 13
Ω Supernova: O Ginásio Espacial! VS Olympia

ESTRELANDO:
        


"Assim que nosso treinamento na Frost Cavern acabou, voltamos via teletransporte para a cidade de Anistar. Era noite e as estrelas brilhavam intensamente. Todos estávamos completamente congelados e precisávamos de um banho, mas eu tinha outro plano em mente: REVANCHE. Talvez minha derrota para Olympia não tenha ferido meu orgulho, mas eu precisava daquela insígnia o mais rápido o possível, para nos movermos dali o mais rápido possível. Então, assim que pisamos no Ginásio de Anistar, me pronunciei sobre o assunto."

        — Bonsoir, jovens treinadores! — Saúda, Olympia, que trouxe o grupo de volta das montanhas nevadas para o ginásio utilizando suas técnicas avançadas de teletransporte através de ondas psíquicas intramoleculares.
        — Boa Noite, pra ti também, Mestre Olympia! — Cumprimenta Y.
        — Finalmente! — Exclama Trevor — Não estou mais sentindo minhas cadeiras! Aquele frio todo me deixou duro!
        — Devia agradecer, Trevor. — Riu-se Shauna. — Ao menos uma vez na vida você precisa ficar duro, hahahah!
        — Engraçadinha! Ainda não estou na idade de ficar mole, não! u.u — Ele afirma.
        — E já testou com alguém? — Ela pergunta de volta, o que deixa Trevor super bravo e mais vermelho do que seus próprios cabelos cor-de-fogo.
        — Parem com isso, crianças! — Tierno separa os dois — Acho que a Y tem alguma coisa pra nos dizer!
        — Sim, tenho! Bem observado, Tierno. — Elogia Y — Como todos sabem, esta manhã eu tive uma batalha contra a Mademoiselle Olympia! No entanto, por motivos técnicos, acabei perdendo. Agora, eu gostaria de pedir uma revanche! S’il vous plaît!
        — Uma Revanche?! Agora? — Olympia surpreende-se — Tudo bem então...
        — Mas eu não quero uma batalha comum! — Diz Y.
        — Ah não?
        — Não, eu quero--
        — ESPERE!
        A Líder de Ginásio interrompe Y, fazendo uma voz etérea, fluida e profunda, enquanto seus cabelos esvoaçavam para cima e os olhos vidrados, com uma cor branco-cintilante. Era uma das premonições que Olympia estava tendo.
        — Oh, oh... Uma Batalha Tripla... Entre mim e três de vocês! — diz a líder de forma demoníaca. 
        — Exatamente, eu--
        — SHAUNA E TIERNO! — Grita a Líder, interrompendo Y novamente.
        — Sim, eu--
        — Tudo bem, eu aceito! Eu aceito! — E Olympia levanta voo exatamente como um Emolga, utilizando sua capa para planar e se vai ginásio à dentro, rumo à arena de batalhas.
        — Meio doidinha,  não? — Pergunta Zack.
        — "MEIO"? — diz Wood — COMPLETAMENTE!
        — O termo correto é "insana". Ela é insana. — Diz Shauna. — Agora você vai traduzir pra gente, Y, o que é que você queria dizer e ela não deixou.
        — É, diz aí! — Pede Matthew.
        — Bem, eu ia pedir uma Batalha Tripla, como já devem estar imaginando. Uma batalha comigo, a Shauna e o Tierno, já que eles ainda não tê ma Insígnia de Anistar! Assim, os três poderíamos ganhar a insígnia juntos, em uma batalha única contra a mesma líder de ginásio, por mais terrível que ela seja. E aí, o que me dizem?
        "ELES ACEITAM" — Grita Olympia do outro lado da porta que ligava o hall de entrada do ginásio à arena.
        — Acho que ela já respondeu pela gente, não é? — Tierno começa a rir-se sozinho.
        — Mas é isso aí! — Concorda Shauna. — Eu não poderia ter tido uma ideia melhor, Y! Vamos lá nós três e vamos arrasar!
        — Matthew, pode ser nosso árbitro?
        — Eu--
        "ELE PODE E ELE VAI" — Grita Olympia, respondendo e interrompendo pela milésima vez.
        — É. É isso aí. —  Matthew concorda, e assim, todos vão para a arena, atravessando o saguão e passando pela porta por onde Olympia havia entrado.
        — Caramba. Como está escuro aqui dentro.
        De fato, do outro lado da porta, tudo era um breu só, que ninguém conseguia enxergar o mais absoluto raio de luz. Ninguém sabia como era dentro do ginásio. A batalha anterior de Y havia acontecido em frente ao Sundial, um enorme cristal cor-de-rosa próximo ao rio que funcionada como Relógio-de-Sol, ou seja, havia sido ao ar livre.
        Era estranho aquilo ser tão escuro. Ninguém conseguia enxergar as próprias mãos ou os próprios pés e todos precisaram se segurar uns nos outros para não caírem.
        — SEJAM BEM-VINDOS AO GINÁSIO ANISTAR! — Grita Olympia.
        — Mas que raios de ginásio-- — Reclama Wood, mas é interrompido novamente adivinha por quem?
        — SINTO MUITO PELA ESCURIDÃO, MAS EM BREVE VOCÊS ENTENDERÃO. — Fala a voz de Olympia, oculta no meio das trevas absolutas.
        — Eu quero voltar... — Trevor começa a tremer de medo.
        — Deixa de ser cagão! — Zack dá um tapinha no garoto, que volta à si.
        Então algo surpreendente acontece. Uma chama púrpura surge bem no centro do negror sem fim, iluminando vagamente os arredores.
        — Esta é a chama de Dalila, o espírito que me ajudou a desenvolver a clarividência e todos os meus outros dons! — Anuncia a voz de Olympia. — Ela se extinguirá por completo quando e se eu perder a batalha, portanto, servirá como um marcador psíquico da quantidade de "vida" que ainda resta em meus pokémons. Entendido?
        — SIM! — Respondem Y, Shauna e Tierno firmemente.
        — E-ela disse... Espírito? — Trevor volta a tremer, desta vez agarrando-se à Zack, morto de medo.
        — EI! LARGA ELE! — Matthew fica bravo.
        — A Batalha será de Três Pokémons contra Três Pokémons ao mesmo tempo! — Anuncia Olympia. — Cada desafiante poderá usar um único pokémon, enquanto eu, a líder, usarei três de meus melhores combatentes! — E faz uma breve pausa, depois continua — Nenhum desafiante poderá ter seu pokémon derrotado, caso contrário, nenhum dos três levará a insígnia!
        — Mas que injustiça! — Grita Shauna.
        — EU ACEITO! — Diz Tierno.
        — A Conscientização é de Todos? — Pergunta Olympia, mas logo os interrompe antes de mesmo começarem a responder. — Ah, não, não, não! Peraí! Dalila está me dizendo que... Sim! Todos concordam!
        — Ela é um pé no saco! — Cochicha Zack para Wood.
        — E ELA DISSE QUE VAI PUXAR O PÉ À NOITE DE QUEM NÃO SE COMPORTAR! — Grita Olympia, fazendo com que Trevor corresse em desespero e voltasse por onde havia entrado...
        — Onde é que ele foi? — Pergunta Tierno.
        — Deixa ele! Você sabe como ele é nervoso! — Por fim diz Shauna.
        — Muito bem, muito bem... As regras foram claras? — Pergunta a voz da líder, nos escuros — Ah, Dalila diz que foram! E QUE COMECE A BATALHA!
        — o chão do ginásio então começa a brilhar, emitindo luz púrpura e iluminando todo o lugar, que agora não se parecia mais um quarto escuro, mas... o ESPAÇO SIDERAL!
        — CARACA! — Exclama Shauna.
        — É LINDO! — Um sorriso bobo se estampa no rosto de Y.
        — Todos continuamos no escuro — informa Olympia —, mas meus poderes psíquicos estão manipulando suas mentes para que temporariamente vocês enxerguem o que estão vendo: uma galáxia muito, muito distante... E são imagens ao vivo, viu? Estou utilizando as imagens que passam no observatório aqui em Anistar e transmitindo psiquicamente para cada um de vocês.
        — É incrível! — Tierno tenta encostar em um planeta com anéis de Saturno, mas estava alto demais e não dava pra tocar.
        — E Lembrem-se: Tudo está na mente de vocês! Vocês não estão no espaço de verdade. Estão apenas vendo o espaço através de suas almas, portanto, NÃO DEIXEM QUE SUAS CABEÇAS SEJAM ENGANADAS POR AQUILO QUE ESTÃO VENDO! Este é o meu conselho para esta batalha!
        — Podemos--
        — Não. Eu primeiro. — Interrompe Olympia, já lançando seus pokémons e respondendo à pergunta de Y antes mesmo de ela ser concluída. — Espurr, Meowstic, Meowstic! Adiante!
        Olympia ergue suas mãos e conjura três pokébolas, que são teletransportadas sabe-se lá daonde, indo parar naqueles dedos finos de unhas compridas. Imediatamente, as pokébolas se abrem, emitindo um raio de luz que atravessa o ginásio, ou melhor, o espaço, e os pokémons de dentro delas são libertados.
        — Tic!
        — Meow!
        — Purr!
        Dois Meowstic, um macho e uma fêmea, e um pequeno Espurr. O trio perfeito. O que todos tinham em comum? Além de serem de uma mesma linhagem evolutiva, de serem do mesmo tipo (Psíquico), todos eles tinham um olhar distante, etéreo e macabro, exatamente igual ao de sua treinadora.
        — Skiddo, eu escolho você! — Tierno lança seu pokémon.
        — Litleo, vamos lá! — Shauna lança o seu. Y fica por último.
        — Arrase... DELPHOX!
        — Bela escolha! Todos vocês! E quando aos dois... Parabéns por seus pokémons! — diz Olympia.
        Mas ninguém parece entender, então isso é deixado de lado e a batalha inicia-se.
        — Os desafiantes têm o primeiro movimento! — Informa Olympia — Podem começar!
        — Certo! Skiddo, use Energy Ball! — Tierno é o primeiro.
        — Litleo, Work Up! — Ordena Shauna — Vamos ficar bem fortes antes de atacar!
        — Delphox, use o Psychic!
        Olympia dá um suspiro, provavelmente porque já tinha previsto aquilo, mas os pokémons não se intimidam, e continuam. O primeiro deles a atacar é Skiddo, que dispara uma bola de energia contra o Meowstic Macho. Enquanto isso, Litleo brilha em um tom de vermelho, aumentando suas estatísticas, e Delphox tenta acertar a Meowstic Fêmea fogo contra fogo.
  
        — Psychic-Protection! — Anuncia Olympia em resposta aos ataques oponentes.
        Assim, a Meowstic fêmea ergue uma barreira telecinética que protege a ela e aos dois outros pokémons aliados, tudo de uma vez só. Dessa forma, nem as vibrações psíquicas de Delphox e nem a esfera energética de Skiddo fazem contato, e Olympia sai em vantagem.
        — Espurr: Mostre o que é um Psychic de verdade! Meowstic, a Esfera de Energia!
        Seguido à proteção múltipla da Meowstic Fêmea, o Meowstic Macho e seu companheiro Espurr atacam com os mesmos movimentos de Skiddo e Delphox, atingindo seus oponentes em questão de milésimos de segundo.
 
        — Oh, oh! Isso é um problema! — diz Y, ao perceber que Delphox e Skiddo haviam caído por cima de Litleo, impossibilitando o baixinho de batalhar. — Mas não podemos deixar isso passar em vão! Flamethrower, Delphox! Acerte essa Meowstic dos diachos!
        — Litleo, ajude Delphox com o Noble Roar!
        — Skiddo: Energy Ball mais uma vez!
  
        Os três do lado dos desafiantes atacam sem pudor. Enquanto Delphox disparava um jato de chamas muito vivas, Litleo dava um grito que baixava o Attack e o Sp. Attack dos oponentes, uma bela jogada em conjunto com a Esfera de Energia de Skiddo, que estourava na cara do Meowstic Macho, que levava todos os danos... Enquanto isso, a chama de Dalila diminuía de tamanho, revelando que Olympia estava perdendo as forças...
        — Huh... Que previsível! — Olympia debocha — Mas isso não vai derrotar meus preciosos Meowstics, muito menos o Espurr! Sabe o que via derrotar vocês? Isso: Power-Up-Charge Beam!
        E uma combinação inicia-se do outro lado do campo. Os dois Meowstics começam a brilhar fortemente em um tom de azul, disparando uma rajada elétrica contra Litleo e Skiddo. Nisso, Espurr usa o Psychic para ampliar a capacidade de expansão do golpe de Meowstic, formando uma onda muito mais rápida e muito mais poderosa de Charge Beam do que normalmente seria.
800px-XY014 
        — Kidoo--
        — Tleo--
        — SKIDDO! — Tierno corre até seu pokémon, que parecia com sérios problemas.
        — LITLEO! — E Shauna faz o mesmo com o seu. Será que eles já seriam derrotados logo no início da disputa?
        — Skiddo e Litleo estão-- — Começa Matthew, mas dessa vez Y é quem o interrompe.
        — Não! Delphox, vamos de Wish! Ajude seus amigos Skiddo e Litleo!
        Delphox começa a brilhar, invocando uma Rajada de Estrelas que caem como meteoritos no chão púrpuro da arena, iluminando-o mais ainda. E rapidamente, antes que passasse o efeito, Delphox arrasta os dois pokémons menores pra dentro do círculo de luz formado pelo Wish.
        — Não importa se os seus parceiros serão curados com o Wish! Enquanto Delphox realiza esse movimento, ele não pode atacar novamente no mesmo turno, portanto está vulnerável! VÃO!
        Os três pokémons da líder Olympia saltam em sincronia, gerando golpes poderosíssimos, todos eles disparados contra Delphox.
        — Phox--
  
        Golpeado várias vezes ao mesmo tempo, Delphox é arremessado de costas contra a parede do ginásio, caindo de cara no chão.
        — AAAH! DELPHOX!
        Y corre até Delphox, mas nisso, o círculo no chão criado pelo Wish começa a brilhar mais e mais, e as estrelas que haviam caído agora saem de dentro da marcação no chão, subindo e recuperando Skiddo e Litleo...
        — Litleo, você está bem! — Shauna pega seu pokémon no colo, e Tierno segura os chifres de Skiddo, passando-lhe bons sentimentos através do toque.
        — Que bom, amigão! Que bom! — diz o garoto...
        Nisso, uma nuvem de fumaça roxa começa a tomar conta do campo de batalhas. Uma fumaça proveniente de Delphox. Y já estava acostumada com aquilo, mas os outros aliados estranharam.
        "Vocês sabem o que é uma Supernova?" — Pergunta uma voz maliciosa na cabeça de todos os presentes ao mesmo tempo.
        — Hã? Quem? — Matthew fica todo atrapalhado com aquilo, mas então ele percebe quem estava projetando aquela voz do além... — Delphox?
        "A Supernova é o evento mais brilhante de todo o universo. Quando uma estrela morre, uma explosão ocorre, espalhando 90% das entranhas dela no espaço, originando o mais brilhoso, colorido e emocionante evento da natureza: a supernova, que acaba gerando uma estrela de nêutrons e consequentemente uma singularidade no espaço-tempo: o Buraco Negro."
        — Caramba! Que inteligente! — Exclama Wood.
        "E vocês sabem quem é a Supernova desta batalha?" — Pergunta a voz de Delphox, que agora começa a se levantar, cambaleando devido o último impacto... — ELES! — E por fim diz, apontando com a varinha mágica pra Litleo e Skiddo.
        Imediatamente, os corpos dos pokémons de Shauna e Tierno começam a brilhar, exatamente como a Supernova, e esse brilho vai se intensificando, dilatando e dando a origem a novos seres...
        Litleo e Skiddo deixam de ser o que são para se tornarem Pyroar e Gogoat, respectivamente, dois pokémons muito maiores e mais preparados para aquela disputa, fazendo o brilho todo cessar após um evento da natureza mais extraordinário ainda chamado Evolução.
 
        — Meu Arceus... Então foi por isso que ela disse no início da batalha: "Parabéns por seus Pokémons"! — Conclui Shauna.
        — Eu não acredito! Eu emagreci 20 quilos pra poder montar no Skiddo e agora ele evolui? -.-
        — E não valeu a pena? — Pergunta Y.
        — Quer saber? Valeu! Foi junto ao Skiddo que eu me transformei em um novo homem! Foi junto á ele que cresci e evoluí! E é por isso que eu vou estar junto com ele hoje, agora e pra todo o sempre!
        — Goat! — O Pokémon corre e abraça seu treinador.
        — Vamos, Pyroar! Vamos arrasar, meu lindão! Use o Flame Wheel!
        — GROOOOOOAAAR!
        Pyroar cria uma roda de fogo que aprisiona os pokémons de Olympia dentro, circundando-os perfeitamente (A chama de Dalila diminui drasticamente de tamanho). Enquanto isso...
        — Gogoat: Leaf Storm!
 
        O recém-evoluído Gogoat cria um redemoinho de vento e folhas, que, combinado com a roda de fogo de Pyroar, atingem a todos os adversários de uma vez só, formando pequenas explosões ao longo de toda a estrutura do tornado.
        — YEAAAH! — Shauna e Tierno tocam rapidamente nas palmas um do outro, comemorando o strike triplo.
        Matthew então anuncia:
        — Espurr e Meowstic Macho estão fora!
        — Bom, por essa eu já esperava! Mas eu vou tentar fugir do destino que me aguarda! — Anuncia Olympia.
        — "Fugir do Destino que lhe aguarda"? — Shauna percebe o que a líder quis dizer — Então isso significa que (no futuro) iremos vencer?
        — Não! Não se eu puder evitar! — Grita Olympia — E EU POSSO! Como o próprio Delphox disse: as supernovas se acabam e o que se tornam? Instáveis a ponto de abalar o espaço-tempo, formando um Buraco Negro! Entende o que eu quero dizer? Nem mesmo as supernovas duram pra sempre! Elas brilham, queimam, mas se acabam! Muahahahahah! Meowstic, honre seus amigos! Acabe com essa supernova! Acabe com essa luz! Slash!
        A Meowstic que restou energiza suas garras psiquicamente, afiando-as exageradamente, a ponto de se tornar tão cortante que rasgava as moléculas de ar ao seu redor, quebrando as ligações entre átomos brusca e explosivamente. Um ataque à nível celular!
        — Desvie-se, Gogoat! — Grita Tierno, mas o pokémon recém-evoluído é atingido em cheio.
        — Vamos, Pyroar! Ajude Tierno com o Echoed Voice!
        — Delphox, combine o Echoed Voice com o Flamethrower!
 
        Enquanto Pyroar gritava sem parar, Delphox expelia chamas que explodiam na velocidade do som, acertando Meowstic em cheio--
        — STIC!
        — Muahahah! Isso ainda não acabou! Vejam! — Olympia aponta para a chama de Dalila, sobrevoando o campo de baralhas. Estava pequena, mas ainda estava acesa, o que significava que Meowstic ainda tinha condições de lutar.
        — Stic, tic! — E o pokémon se levantou para provar que aquilo era verdade. Mas eram três oponentes, como ele iria sozinho derrotar todos eles?
        — Psychic! — Grita Olympia, fazendo com que Meowstic desembrulhasse suas orelhas e mostrasse à todos os seus órgãos psiônicos, como olhos grudados ás suas orelhas compridas como as de um Bunnelby.
        E assim, uma onda de energia mega poderosa percorre o campo de batalhas, colocando todos para flutuarem... Longe do solo, Pyroar e Gogoat não podem fazer nada a não ser espernear por serem quadrúpedes, mas Delphox, como bípede, consegue se manter estável.
        — GOGOAT!
        — PYROAR!
        Os treinadores gritam desesperados ao verem seus pokémons se contorcendo no ar.
        — Ora, ora... Acho que somos só nos dois! — Olympia encara Y como se fosse matá-la — Vamos, mostre do que o seu Delphox é capaz... E então teremos uma revanche!
        — Pode apostar que sim! — Y respira fundo e então grita: — DELPHOX: Mystical Fire!
        Delphox desenha um círculo no ar com sua varinha de condão e então cospe uma rajada ultra destrutiva de chamas ardentes bem no meio dessas circunferência, fazendo o barulho de uma explosão e projetando a luz de um sol.
        — Psychic-Protection, vamos lá!
 
        Meowstic e sua barreira telecinética são empurradas contra a parede oposta do ginásio, mas o pokémon psíquico fica sem nenhum arranhão.
        — Vine Whip! — Por fim ordena Tierno, atacando à distância.
        — Flame Wheel! — Segue Shauna.
 
        E as supernovas atacam com tudo, no exato momento em que Meowstic havia desfeito sua barreira psíquica: o momento em que Delphox parou de atacar com Mystical Fire.
        "BOOOOOOOOMMMMM"
        E assim, Meowstic é jogada com um grande estouro contra a parede, onde cai desacordada, apagando a última fagulha da chama espiritual que indicava a vitalidade do time oponente...
        — Tic... @-@!
        — Meowstic está fora de combate! A Vitória vai para Y, Shauna e Tierno, com seus pokémons Delphox, Pyroar e Gogoat!
        — Oh, não! — Olympia vai correndo até Meowstic e a pega no colo, erguendo-a do solo — Está tudo bem agora, minha querida. Está tudo bem. Bom... Vocês fizeram uma batalha maravilhosa!
        — Você-- — Começa Y.
        — Eu sei querida, eu sei. Aqui está a recompensa de vocês: Uma Insígnia Psíquica da cidade de Anistar!
        Olympia abre a mão e três pequenos símbolos talhados em metal são conjurados. Então, os símbolos começam a flutuar e a Líder de Ginásio os transporta telecineticamente até a mão de cada um dos desafiantes.
        — Obri--
        — De nada. — Ela Corta Shauna pela milésima vez — Agora, onde eu estava? Ah, sim! Alguma coisa me disse no começo da batalha para ficarmos atentos às imagens do espaço, mas eu acho que me empolguei um pouco, heheh!
        — Imagens do--
        — Sim! Vamos observar, treinadores! Vamos observar o que os astros reservam para nós! — Dessa vez Y é cortada.
        — Gente! O que é aquilo!? — Wood aponta para uma criatura pequena que surgira no meio da imensidão de planetas, Uma criatura viva, produzindo um barulho metálico esquisito.
        — Aquilo... É um--
        — Sim, é um Pokémon! — Responde Olympia antes mesmo que Matthew pudesse concluir a pergunta.
        — Olympia, você precisa parar com essas sua--
        — Eu sei, Wood. — Dessa vez acontece com o treinador de Mega Pinsir — Eu já tentei, mas não consigo. Simplesmente tudo o que acontece ao meu redor é captado antes de realmente acontecer!
        — Deu pra per--
        — É, pois é! — Foi com o Zack agora.
        — O que aquele pokémon está fazen--
        — Ele vai atacar, Y! — Responde a líder de ginásio.
        — --do? AI, QUE SACO! SE CONTROLA, MULHER!
        Olympia fica caladinha. Todos então observam o pokémon misterioso, que começa a fazer algo estranho... Seu corpo começa a se desfazer, até só sobrar a pedra rocha que estava alojada em seu peito.
        — O QUE? — Todos se surpreendem ao ver aquilo...
        A pedra cai em cima do meteoro, que começa a ficar com a coloração púrpura, exatamente igual a pedra, como se o pokémon estivesse infectando a rocha. E então tudo acontece. Como se o meteoro estivesse sendo movido pelo pokémon, ele sai de sua órbita e começa a viajar pelo espaço em uma velocidade muito absurda a julgar pelo seu tamanho.
        — Oh, meu Arceus! Aquilo é... Um Vírus Espacial! Infectou o Meteoro! — Observa Y — Onde foi que eu ouvi isso mesmo?
        Todos então se olham e chegam à mesma conclusão, gritando juntos em um susto fenomenal:
        — ZINNIA!
        — Ah, meu Arceus! — Lágrimas começam a escorrer pelo rosto de Wood — Aquela caipira estava mesmo certa! Tem um Meteoro Mortal em rota de colisão com o Planeta Pokémon!!

Continua...

2 comentários:

Edulipe said...

Realmente o capítulo estava ótimo. Ideia extras como a chama de Dalila por exemplo são sempre muito bem-vindas e demonstram a grande criatividade que você tem e a aparição um tanto surpreendente de deoxys foi incrível. A ideia de uma batalha tripla, mas só um lado com 3 treinadores diferentes foi perfeito, enfim... Nota 10!

Kevin England said...

Muito, muito, muito obrigado. A ideia da batalha tripla surgiu devido a grande quantidade de protagonistas que temos nessa temporada. Todos eles precisam "aparecer", mas é muito difícil fazê-los se destacar, já que as batalhas que são mostradas na fanfic são as da Y que é a principal dos principais. Desse modo, é possível aproveitar todos e ainda mostrar um pouquinho da evolução pessoal de cada um com o decorrer do tempo... Isso será visto novamente mais pra frente, na forma de batalhas em dupla, como já havia sido mostrado em alguns capítulos anteriores.
E quanto à Dalila... Bem, ela é realmente um mistério, não é? Só não posso me esquecer de acabar a fanfic sem explicar mais um pouco da história dela.

Post a Comment

Por Favor, não xinguem, não briguem, respeitem a opinião dos outros e façam somente críticas construtivas

#Kevin_

Free Pikachu 2 Cursors at www.totallyfreecursors.com