/eks waɪ ədˈventʃərəs/

HomeParceriaO AutorA HistóriaContatoCapítulosPersonagens (S01 - S02 - S03)

Season 3 — Capítulo 10

Após uma bela e inspiradora batalha acompanhada de uma triste história, Matthew escolhe um lugar nas arquibancadas e agora quem vai para o centro do ginásio de Laverre City é a queridinha do público, Y. Após perseguições incessantes da Team Flare, e dramas pessoais envolvendo familiares, namorados e amigos, ela bem que merece sua 6ª Insígnia de Ginásio, e é por isso que ela está agora lutando bravamente, por um símbolo de nobreza e poder entre os treinadores da região: a tão cobiçada Insígnia das Fadas.

POKÉMON XY ADVENTURES APRESENTA:

Season 3 — Capítulo 10

Ω Evoluindo Estratégias! VS Eevee


(Flashback) O Laboratório do Professor Sycamore estava escuro, com um clima estranhamente anormal. Não havia ninguém lá dentro senão Y e Calem, que entraram pelas janelas, tendo em vista que a porta estava trancada. Mas algo estranho parecia ter acontecido ali. O chão estava todo chamuscado, como se algo tivesse explodido ali dentro e o que antes parecia ser um escritório, agora estava virado num caos: vidro partido para todos os lados, pedaços rasgados de folhas e bolinhas de papel pra todos os lados, vasos de plantas murchas quebrados no chão, espalhando terra por todo o assoalho e um terrível cheio de mofo. Aquele lugar estivera fechado por muito tempo e agora se parecia com mais um cenário de uma série de TV que Y não lembrava o nome, mas que envolvia zumbis e um policial em coma.
        — Procure por algo com o meu nome! — Diz Y para o namorado. — Eles devem estar por aqui... Em algum lugar...
        — Ei, Y! Vem ver isso! — Clame dá um grito, chamando a atenção de Y para uma caixa com três pokébolas vazias. — Deve ter sido aqui o lugar em que Sycamore um dia guardou os iniciais.
        — Nossa... Algum dia talvez a pokébola de Delphox tenha saído daí! — diz Y. — Você sabe... Quando o Professor Patrice ainda era o Pesquisador da Região!
        — E olha só pra isso! É uma Rare Candy! Nunca vi uma de pertinho!
        O Garoto ergue à altura dos olhos uma bala com plástico azul dentro de uma caixinha de vidro. Um item raríssimo capaz de elevar o nível de um pokémon instantaneamente.
        — Psiu... Acho que ouvi alguma coisa. — Y coloca a mão na boca de Calem e põe-se a ouvir em silêncio.
        "CRASH"
        De novo. Um barulho de vidro se partindo. Havia mais alguém naquela casa. Mas... Quem?
        — Não estamos sozinhos. — Cochichou a garota para o namorado. — Vamos lá! Meus Pokémons do Time B tem que estar guardados por aqui!
        — Tudo bem!
        E os dois saíram pé por pé pelo laboratório destruído, tampando a boca para não falarem nada por acidente e o próprio nariz, para evitar sentirem todo aquele cheiro de tapete mofado.
        Passaram pela sala-de-estar, completamente vazia. Aquele laboratório, além de ter sido um local de trabalho, pelo visto também era a casa de Sycamore. Entraram por uma portinha e saíram no banheiro, também completamente vazio. Então os barulhos foram intensificando-se. E estavam cada vez mais altos, assemelhando-se agora a tiroteios.
        "CRASH"
        "BLAM"
        "TUUUM"
        "VUASH"
        "ZEEEM"
        Mas ignoraram o fato e foram correndo até uma outra porta, de onde parecia vir uma luz branca. Y espiou por uma frestinha e visualizou todas as pokébolas dos treinadores ali nas prateleiras, intactas, em enormes estantes que vinham do chão até o teto. Quatorze enormes estantes, ela contou. Seus Pokémons só podiam estar por ali.
        — Barra limpa. — Cochichou para Calem.
        E os dois entraram na sala conhecida como "O Lar".
        — Letra... M à O! — Leu Calem em voz alta. — É aqui, Y! Nesta estante!
        — MMM... Deixe-me ver... AQUI!
        Y surpreendeu-se com o próprio grito. Por que fizera aquilo? Estavam tentando ser discretos afinal. Olhou para os lados pra ver se não chamou a atenção de ninguém indesejado e estudou a prateleira, onde abaixo do nome Natalie Serena Yvelgress haviam seis pokébolas vermelhinhas, reluzindo de tão polidas.
        — Estão todos aí? — Pergunta Calem.
        — Todos! — Confirma Y, intensificando a afirmação com uma balançada na cabeça em sentido vertical.
        Então ouviram mais barulhos, desta vez cada vez mais próximos.
        Y ficou do lado esquerdo da porta, e Calem do direito. Lenta e silenciosamente, os dois espiram pra dentro da cozinha, quando um prato passou voando por suas cabeças e espatifou-se no corredor, produzindo um estrondo terrível.
        — Mas o que--
        Y deixa escapar uma exclamação e então tudo se silencia dentro da cozinha.
        — Quem está aí? — Pergunta uma voz de homem, vinda de dentro da cozinha.
        — AGORA! — Berra Y, disparando, ao lado de Calem, suas pokébolas pra cima (Eevee e Frogadier são os escolhidos) ao mesmo tempo em que adentravam na cozinha e viam o rosto do outro invasor.
 
        — Ueee!
        — FROOOG!
        Os dois pokémons pararam ao ver o seu oponente. O homem que revirava a cozinha, disparando pratos para todos os cantos, era alto, tinha uma careca reluzente e orelhas adornadas com brincos de ouro, Usava uma roupa branca à la Elvis Presley e um óculos vermelho, parecendo um filhote do Pitbull. Mas o que mais chamava a atenção era seu cinto, que tinha como fivela um símbolo há muito conhecido: uma pequena chama enviesada, o símbolo da Team Flare.
        — PIRRALHOS? — Zombou o homem. — Ora essa! Vamos Houndour! Magcargo! — E Disparou duas pokébolas para o alto, revelando seu time tipicamente do tipo Fogo.
 
        De um lado, um cão envolto em trevas, do outro, uma lesma feita de lava, que irradiava um calor ardente por toda a peça.
        — Frogadier, Water Pulse! — Berrou Calem, tomando o primeiro movimento.
        — Eevee, Dazzling Gleam! — Continuou Y.
 
        Enquanto Eevee exalava uma luz branca e disparava uma rajada de energia da mesma cor, Frogadier criava em suas mãos e lançava uma bola de água pressurizada, que ia tomando proporções cada vez maiores e mais devastadoras quanto mais próxima do oponente.
        — Droga! Magcargo, Flamethrower! Houndour, Ember!
 
        Magcargo reagiu rápido criando um jato de fogo que reagia à rajada de luz de luz de Eevee, um empurrando o outro, enquanto Houndour cuspia bolinhas de fogo contra a esfera de Frogadier, que ficava cada vez maior e não parecia se conter até que por fim engoliu o tipo fogo, explodindo em uma onda de água por toda a cozinha.
        — Houndour! — Gritou o homem, que correu até o pokémon ferido. — Isso ainda não terminou! Magcargo, põem ias força nesse Flamethrower!
        E Magcargo expele mais e mais chamas de sua boca, combatendo brutalmente o Dazzling Gleam de Eevee e acertando o pokémon Shiny em cheio.
        — EEVEE! — Y corre até sua pokémon.
        Houndour, use Flamethrower! Magcargo, Psychic!
 
        Agora era a vez de Houndour cuspir um possante jato de fogo, enquanto Magcargo intensificava a carga do golpe, manipulando-o com o Psychic.
        — Frogadier, Double Team! — Grita Calem bem a tempo.
        — Eevee, Evasiva e Trump Card!
 Eevee_Trump_Card
        Frogadier multiplica seu corpo em cem outros Frogadier, enchendo a cozinha de sapos saltitantes, enquanto o verdadeiro se escondia e escapava-se ileso do Flamethrower potencializado. Por outro lado, Eevee atacava diretamente, disparando em Magcargo pequenas lâminas retangulares com o formato de cartas de baralho.
        — Mag--
        — Agora! Use o Bubble Beam no Magcargo!
        Frogadier cuspe uma rajada de bolhas contra o indefeso Magcargo, que recebe dois golpes uma atrás do outro e desaba na mesma hora. Uma combinação perfeita entre Y e Calem.
        — Dazzling Gleam, Eevee! Agora!
        E antes que o Flare careca pudesse socorrer seu Magcargo, colocando-o de volta na pokébola, Eevee já estava brilhando em um tom de branco muito intenso, preenchendo a cozinha com uma luz cegante e então, um raio dessa mesma luz saiu de sua boca, acertando Houndour, que voou de costas contra a parede, desabando derrotado no chão.
 
        — Houn-- @-@!
        — Cargoo-- @x@!
        — Essa não! Meus Pokémons! O que vocês fizeram, pirralhos? — O Flare correu até Houndour e acolheu-o nos braços.
        — Calem, que tal testar o novo item que Clemont te deu? — Sugere Y, olhando para o Houndour inerte nos braços de seu treinador. — Lembro-me que uma professora te deu uma pedra muito eficaz nesse caso. Talvez se você pegar e evoluir esse... Talvez obtenha a sua primeira!
        — Está me dizendo que eu devo...
        — Sim. É o momento.
        — Muito bem... Hack Ball, vaaaai! — O garoto gótico tira de seu bolso uma pokébola azul, lançando-a contra o Pokémon do Flare, que é absorvido por uma luz estranhamente azul, passando agora a pertencer ao time de Calem e não mais ao do careca, que não conseguia pronunciar nenhuma palavra ao ver como fora pego com a própria armadilha. Querida roubar, mas ele é que foi roubado.
        — Mas o que-- Eu... Eu-- Aaah! O que vocês fizeram, pirralhos?
        — Digamos que o Houndour tem um treinador melhor agora! Eevee... Shadow Ball!
        — Frogadier, Water Pulse!
        Tanto Eevee quanto Frogadier disparam bolas de energia contra o homem ali parado, mas cada uma com um poder diferente. A de Eevee era feita de sombras e energia negativa, enquanto a de Frogadier fora confeccionada com água pressurizada e comprimida no formato de uma esfera.
 
        "BOOOM!"
        Se o barulho de pratos quebrando era grande, a explosão que se seguiu à combinação de Shadow Ball com Water Pulse foi maior ainda, resultando em um homem voando pela janela estilhaçada da cozinha.
        — Ele vai ficar bem? — Pergunta Calem, em meio à fumaça deixada pela combinação de golpes.
        — Vai. Eles sempre acabam bem no final. Digo, as pessoas ruins.
        — Bom, pelo menos agora sabemos que essa engenhoca do seu ex-namorado funciona! — Comenta Calem observado a pokébola reluzente em suas mãos, que agora continha o Houndour de um outro treinador.
        — Ex-Namorado, Calem?! Ah, não me diga que-- Ahahahahahahah! O Clemont? Pff. Bitch Please, o coitado é muito feio. Nunca rolou nada entre a gente! Não vai me dizer que você já estava com ciúmes?
        — Eu... Bem... — Calem fica todo vermelho e tenta se explicar enquanto Y dava gargalhadas e retornava Eevee (ainda brilhando em um tom muito branco) de volta à pokébola. O garoto fez o mesmo com Frogadier. E então, juntos os dois saíram do laboratório, levando agora o Time B de Y consigo. (/Flashback)

Agora:

O ginásio todo silenciou-se quando Y desceu das arquibancadas e aproximou-se de Valerie, que a encarava em frente à "Roda da Sorte", pronta para mais um desafio de ginásio.
        — Você entendeu, Y? — Pergunta Valerie. — Esta é a chamada Roda da Sorte. Todo desafiante tem o direito de rodar ela uma única vez. O resultado, isto é, o estilo de batalhas que for apontado pela seta acima da roda após ela parar de rodar, será pra sempre o seu estilo de batalhas no ginásio de Laverre, isto inclui revanches, batalhas para treinamento e outras. Como pode ter visto, quando Matt rodou pela primeira vez, caiu Single Battle 3x3 e ele, em todas as suas 11 batalhas contra mim, teve de fazer uma batalha três à três. Na 11ª, por fim, ele finalmente obteve êxito.
        — Isso significa que se por exemplo, quando eu rodar parar em uma "Inverse Battle", por exemplo, todas as vezes que eu batalhar com você sob este teto terá de ser uma Inverse Battle?
        — Exatamente. A não ser que você obtenha êxito e queria batalhar comigo por algum outro prêmio em algum outro lugar que não seja aqui.
        — Bem, então... Posso rodar? — Pergunta Y, um pouco tímida.
        — Sim. É seu direito e obrigação! ;)
        Y segura em uma das pequenas extremidades pontiagudas da roleta, como espinhos virados pra cima e coloca toda a sua força no braço, fazendo a roda girar loucamente, sem sair do lugar.
        "Duelo, duelo, duelo", a garota pensava. Este seria o tipo mais fácil de batalha que ela teria a não ser Single Battle de 1x1 e Sky Battle. Mas pelo visto, a sorte não estava a favor de Y naquele momento.
        A roleta parara e a seta que apontava pra baixo marcava agora o seguinte tipo de batalha:

Contest Spectacular

        — Ah não. — Exclamou audivelmente Y.
        — Você terá de fazer uma batalha de Contest comigo. Este será o estilo permanentemente aqui no ginásio. Regras são Regras.
        — Para toda Regra há uma Exceção! — Y tenta argumentar, mas Valerie rapidamente a rebate.
        — Não posso fazer nada a respeito disso, Y. Tome seu lugar em campo ou retire-se!
        — Tudo bem, então... — Y corre até o lugar onde Matthew estava há poucos minutos atrás. — Como vai ser?
        — Bem, batalhas de Contest são muito fáceis para aqueles que sabem coordenar seus pokémons, difíceis para aqueles que não possuem nenhum tipo de vínculo com sua criaturinha e "mais ou menos" para quem tem equilíbrio entre poder físico e mental.
        "Trata-se de uma luta que não preza a derrota em si do oponente, mas a perda total de pontos do oponente através de 'apresentações' com o movimento dos pokémons, que, além de atingirem o adversário, precisam ser bem trabalhados, a fim de gerar brilho, cor e glamour, a única coisa capaz de remover os pontos do oponente. Por outro lado, se o oponente for derrotado, a vitória também vai para a desafiante."
        — Bem, eu já participei de um Contest antes, mas isso já faz bastante tempo... — Y olha pra cima, lembrando-se da tragédia que fora o torneio que participara. — Acho que consigo dar conta. Brilho, Cor e Glamour, certo? Então acho que tenho o pokémon certo aqui comigo!
        — Ótimo, por que eu vou escolher... Togekiss, meu especialista em Contest Battles! Vaaai!
        — Toge! Toge!
        O pokémon de Valerie assemelhava-se uma ave, mas parecia ser feito de algodão, de tão fofinho que era. E não possuía penas, apenas desenhos triangulares pintados ao longo de seu corpo branco nas cores azul e vermelho, e isso incluía os três chifres no topo de sua cabeça. Um autêntico tipo Fairy/Flying.
        — Muito bem, Eevee, é com você!
        E Y dispara a pokébola de Eevee sem pensar duas vezes, pra cima.
        O resultado daquela ação foi algo inesperado, poisa rajada de luz vermelha que geralmente devolvia o pokémon pro lado de fora da pokébola demorou-se em um tom esbranquiçado e o pokémon que apareceu não era Eevee, mas outro tipo Fairy.
        — Meu Arceus! — Exclamaram Matthew, Zack e Valerie ao mesmo tempo!
        — Eu não acredito! — Shauna parecia chocada. — Ela é linda!
        E de fato era. O pokémon que saíra da pokébola de Eevee não era outro senão uma bela Sylveon azul, disparando brilho por todo o campo com seu pelo especialmente colorido.
        — Mas... Eevee, quando foi que você evoluiu? — Perguntou a garota para o pokémon, mas Eevee Sylveon não parecia entender o que ela falava.
        — Y, a última vez que você colocou Eevee na pokébola! — Grita Calem lá da plateia. —  Lembra?
        — Ela... Tava Brilhando! — Conclui Y. — É isso! Ela estava evoluindo para Sylveon no momento em que eu a coloquei na pokébola.
        — E uma bela de uma evolução! — Comenta Wood, que, como todos os outros, descera das arquibancadas para dar uma olhada na brilhante Sylveon azul.
        — Abram espaço, pessoal! — Valerie separa os curiosos da Sylveon brilhante. — Temos uma Batalha de Contest marcada! Se querem ver um pokémon de pertinho, não há nada melhor do que uma Batalha de Contest, não acham? Digo, os pokémons exibem todo o seu corpo e potencial em batalhas desse tipo! (Agora, fora todos vocês!!)
        — Bem, é verdade. — Concordou Tierno.
        — Vamos ver do que essa Sylveon é capaz! — diz Trevor. — Lá das arquibancadas, antes que essa louca de Baby-Doll nos mate!
        E todos correram para seus lugares quando um telão na parede do ginásio se liga sozinho, mostrando o rosto de Y e de Valerie nas extremidades, ao mesmo tempo em que Sylveon e Togekiss eram filmados em diversos ângulos no centro da imagem.
        Abaixo dos nomes das duas, desafiante e líder de ginásio, havia um tubinho de cor verde, como o da bateria de um celular, completamente "cheio", com um 100% ao lado. Aqueles eram os pontos e as duas iniciavam com cem por cento.
        — A batalha dura cinco minutos! Quem tiver menos pontos ao final deste prazo perde a luta! Se houver um empate, uma nova batalha acontece, para resolver a diferença de pontos! E caso algum pokémon seja derrotado antes do tempo limite, o treinador deste pokémon está desclassificado, perdendo assim a luta. Entendido? — Pergunta Valerie.
        — Sim. — Y acena com a cabeça dando ênfase ao seu sim.
        — Então... Que comece a partida!
        Um relógio aparece no telão, bem no centro da imagem e começa a se mover em contagem regressiva... 4:59H... Estava valendo. 
        — Togekiss, dê um exemplo com o Air Slash! — Começa Valerie, exemplificando o tipo de batalhas que é um Contest.
        O tipo Fada Togekiss então começa a criar uma esfera de vento cortante na ponta de uma de suas asas, fazendo os pontos de Y reduzirem para 95%.
        — Muito bem, Sylveon use o Shadow Ball!
        Sylveon cria uma esfera de energia negra e a dispara contra Togekiss, que é atingido em cheio, ao mesmo tempo em que disparava sua esfera de vento.
        O ataque de Sylveon é mais rápido e mais eficaz, reduzindo os pontos de Valerie para 93%, enquanto o Air Slash se esvaía sem ao menos encostar no alvo.
        — Argh! Como ousa? Togekiss, vamos usar o Sky Attack!
        Togekiss começa a energizar seu próprio corpo com uma luz muito brilhante.
        Y então ligeiramente olhou para o placar e pode ver que seus pontos haviam reduzido para 85% só de Togekiss ter feito aquilo.
        — Caramba! Sylveon, use o Trump Card!
        Sylveon começa a brilhar em um tom de verde fosforescente e dispara lâminas no formato de cartas enquanto dava seus pulinhos feéricos pelo campo, disparando o golpe de diversos ângulos e posições para enfim acertar diversas partes do corpo de Togekiss, que não se mexia nem um pouco enquanto a luz proveniente do Sky Attack aumentava.
       Valerie: 85% — 4:05h — Y: 85%.
        — Agora, Togekiss! SKY ATTACK!
        Togekiss brilha mais do que nunca e dá um mergulho vertical do céu, atingindo Sylveon em uma explosão de cor e muito brilho.
        — Sylve! Eon! — O pokémon é arremessado longe, machucando-se muito com o impacto do golpe de Togekiss.
        — Droga!
        Y olha de esguelha para o telão. Seus pontos estavam em 70%. Já.
        — Temos que fazer alguma coisa, Sylveon! Dazzling Gleam!
Dazzling_Gleam_
        Sylveon brilha em um tom muito branco, cegando a todos os que estavam assistindo à performance e então dispara um jato dessa mesma luz na forma de um raio contra Togekiss.
        — Toge--
        "BOOOOOOOOMMMM"
        Tudo explode e Togekiss é atingido por todo o impacto.
        — Muahahahahahahahah! — Valerie começa a rir como uma louca, agora abrindo os olhos e apontando para o placar. — Y, VOCÊ ESTÁ CAVANDO A PRÓPRIA SEPULTURA!
        — Por quê?
        — Y, olha pro telão! — Grita Calem lá da plateia.
        — ESSA NÃO! NÃO PODE SER! — Y fica boquiaberta com o resultado daquele Dazzling Gleam. Ele havia SIM retirado pontos de Togekiss, mas também havia consumido muitos pontos de Y.
        Valerie: 75% — 4:05h — Y: 50%.
        — Mas... Por quê? — Pergunta Y incrédula.
        — Trata-se de uma apresentação, minha querida! Você tem que exibir o seu pokémon, não escondê-lo atrás de uma parede de luz que ninguém consegue enxergar! O Dazzling Gleam é um movimento tipo Fada muito poderoso, mas você precisa trabalhá-lo muito bem antes de soltá-lo em um Contest!
        — GRRRRRR! — Y dava pulinhos de raiva. Achava aquilo uma injustiça. Mas por outro lado, sabia que fazia parte das regras do ginásio E das regras dos Contests, então não tinha como mudar.
        — O tempo está andando! — Anuncia Valerie. — Use o Aura Sphere!
        Togekiss então dispara uma bola de energia de luz pulsante contra Sylveon, que, distraída com a perda de pontos, acaba levando o golpe em cheio, perdendo mais 10 por cento.
        — O que? — Y fica chocada. Agora estava com 40 por cento e faltavam pouco mais de 3 minutos de batalha. Ela tinha que reverter essa situação o mais rápido o possível.
        — Sylveon, use o Shadow Ball! Pra cima! — Foi a primeira coisa que veio à cabeça de Y.
        O pokémon brilhante então cria várias esferas de energia negra e dispara pra cima, como fogos de artifício, conseguindo reduzir mais 9 por cento dos pontos de Togekiss.
        — Toge?
        — Vai, Togekiss! Use o Safeguard! — Grita Valerie, fazendo com que Togekiss ergue-se uma barreira de luz verde, para proteger-se de todos aqueles Shadow Ball indo em sua direção.
        As esferas de sombras explodem uma a uma ao baterem na berreira de Togekiss, oi que faz com que Sylveon perca mais 8 por cento dos pontos.
        — Pode soltar! — Grita Valerie.
        E Togekiss libera o Safeguard, desfazendo o campo de força e disparando brilho por todo o campo. Menos 8 por cento (de novo) pra Y.
        Y olha para o placar de novo, o coração na mão:
Valerie & Togekiss - 66%
Y & Sylveon - 24%
        Parece que Matthew não era o único que ia ter que batalhar umas vinte vezes contra Valerie para levar uma insígnia pra casa. A situação tinha que se reverter logo. Faltavam agora dois minutos.
        — Sylveon, use o--
        Mas Valerie interrompe: — AIR SLASH!
        Teatralmente, Togekiss dispara mais uma bola de ar cortante contra Sylveon.
        — PULE! — Grita Y, tentando defender-se e Sylveon, mais do que rapidamente, junta força nas patas traseiras para dar um salto evasivo que, por um milímetro evita o contato com o Air Slash. O Golpe de Togekiss então debulha-se no chão, explodindo atrás de uma ilesa Sylveon.
        Quinze pontos são descontados de Togekiss, ficando agora com 51%. Sylveon permanece com seus 24%.
        — Agora, use o Trump Card pro Chão! Tome propulsão!
        Sylveon então brilha em um tom esmeralda e dispara seus cards contra o chão, sendo impulsionada pra cima, quase como se estivesse voando. Togekiss perde 5% dos pontos.
        — PRA CIMA DO TOGEKISS! — Grita Y.
        E antes que Valerie pudesse gritar algum comando, Sylveon já estava montada nas costas de Togekiss.
        — Shadow Ball! — Ordena Y.
        "BLLLAAAAASSSTTT!!"
        Uma explosão toma conta de Togekiss, cobrindo-o com uma fumaça negra e descontando-lhe mais doze pontos, ficando agora com 34%. O Relógio no telão então começa a emitir uma musiquinha clássica de quando o pokémon está com o HP no vermelho, para indicar que faltava agora penas 1 minuto de batalha.
        Mas de volta à batalha, Sylveon salta das costas de Togekiss e cai de pé no chão, enquanto o pokémon enevoado em fumaça negra ia direto pro chão, como um avião em pane.
        Mais cinco pontos são descontados de Togekiss, que fica com 29%.
        — TOGEKISS! — Grita Valerie ao perceber que a queda havia sido feia.
        — Toge! — Mas o tipo Fada volta a voar insistentemente, fazendo com que Y perdesse 2 pontos, ficando com exatos 22%.
        — Use o Aura Sphere! — Grita Valerie, agora percebendo que a diferença de pontos entre ela e Y era mínima.
        Togekiss então graciosa mas violentamente dispara uma bola de aura pulsante contra Sylveon, que salta para esquivar-se. Valerie perde 2 pontos.
        — De novo! — Grita Valerie.
        Togekiss dispara mais uma vez sua esfera do tipo lutador. E Sylveon, já cansada, dá mais um salto e escapa por pouco de ser atingida. Valerie perde mais dois pontos.
        — MAIS UMA VEZ! — Insiste Valerie.
        E Togekiss continua atacando com o Aura Sphere.
        Sylveon salta mais uma vez e escapa mais uma vez do golpe de Togekiss. Mas então acontece o que ninguém esperava. Sylveon cai no chão, exausta, ofegante e assoleada. Y perde 5 pontos, Valerie permanece com seus 25%.
        — Sylve, Sylve... On... Eon...
        — SYLVEON! Você está bem? — Y corre até a pokémon, que parecia muito abatida, cansada de tantos evasivas e tanto movimento em tão pouco tempo.
        — Sylve!
        O recém-evoluído tipo Fada levanta-se com dificuldade e encara Togekiss, pronta para o que der e vier.
        — Safeguard, agora! — Grita Valerie, enquanto toda a plateia gritava ao ver a beleza do golpe de Togekiss.
        — Mas eu não estou atacando! — Y olhou incrédula para o ataque e então percebeu o que era um Contest. Não se tratava de uma batalha e sim de uma performance e os pokémons em campo têm que provar para a plateia que são um mais divo do que o outro.
        — LIBERE! — Grita a Líder de Ginásio.
        E Togekiss inunda o palco com o brilho de seu Safeguard.
         Y corre o olhar para o telão, que mostrava exatamente o seguinte:
         Valerie: 25% — 0:30h — Y: 10%.
         Só faltavam trinta segundinhos e Valerie estava ganhando por 15 pontos.
         — Droga! Droga, droga, droga! — Y diz o primeiro movimento que lhe vem à cabeça. — Shadow Ball!
         E Sylveon dispara novamente sua esfera de sombras contra Togekiss, que esquiva-se com uma bela de uma evasiva. Y perde mais 2 pontos.
         — Droga! — Y estava tremendo. Estava com 8 pontos e agora faltavam 25 segundos pra disputa terminar.
         — Togekiss: Use o Air Slash!
         Togekiss manipula seu Air Slash para que, ao invés de tornar-se uma bola de energia, ganhasse a forma de um fio de energia, como aquelas fitas rodopiantes que as dançarinas usam. Y perde mais 2 pontos.
         — Sylveon... Eu não queria ter que fazer isso, mas é a solução! Se você quer brincar de fitas, é com fitas que a gente vai brincar! SECRET POWER!
         Antes que Togekiss pudesse reagir, As fitas naturais de Sylveon começam a brilhar em um tom multicolorido, dando um efeito psicodélico ao pokémon, que agora lançava suas fitas pra cima de Togekiss.
         — EVASIVA! — Grita Valerie.
         E Togekiss voa pra longe das fitas de Sylveon.
         — Atrás dele! — Ordena Y.
         Sylveon estica mais e mais suas fitas, que perseguem Togekiss pelos ares até que o inevitável acontece. Togekiss fica preso pelas fitas!!
         — TOGEKISS, NÃO!
         — Está paralisado! Não pode se mexer! — Y começa a rir feito louca, imitando Valerie.
         — Use Sky Attack! — Valerie ordena, mas Togekiss estava muito apertado nas fitas de Sylveon para conseguir atacar.
         — Agora, Sylveon! Termine com o Multi-Shadow Ball!
         Sylveon cria uma Shadow Ball gigante e dispara para os céus. A bola de sombras então divide-se em diversas outras esferas menores, espalhando-se por todo o lado oposto do campo, onde Togekiss estava e explodindo na forma de meteoros, atingindo o pokémon da Líder de Ginásio em todos os sentidos e ângulos possíveis.
         Foi uma explosão atrás da Outra e Sylveon não parava de mandar mais e mais esferas negras enquanto Valerie gritava com Togekiss tentando incentivá-lo a resistir.
         Então, uma enorme sirene toca e Y fica se perguntando o que é aquilo. Valerie olha para o telão apreensiva e então Y entende que o tempo havia enfim terminado e aquela era a conclusão da batalha.
         Com o coração na mão, a garota vira-se lentamente para olhar seus pontos quando você um enorme "WINNER" abaixo de seu nome.
         Não fez mais nada senão gritar e dar um salto de viva! Estava com 6 pontos enquanto Valerie tinha ficado com 5. Ela conseguiu reduzir 20 por cento de Valerie com a combinação de Secret Power e Shadow Ball! De repente sentiu-se cheia de orgulho de si mesma e então lembrou-se de que só conseguiu aquilo com a ajuda de sua Sylveon querida, que brilhava e brilhava no campo de batalhas.
         — Sylveon!
         E correu até a pokémon, dando-lhe um abraço bem apertado, enquanto do outro lado do campo, Togekiss parecia triste e Valerie o recolhia de volta à pokébola.
         — Você performou bem, agora descanse, querido! — Valerie pega a pokébola de Togekiss e guarda, então vai até um armário no canto do ginásio e tira de lá o que Y tanto queria.
         A Líder correu até a desafiante e estendeu-lhe uma Insígnia das Fadas novinha em folha.
         — M-muito obrigado! — Agradece Y.
         — Ah, que isso?! Você mereceu! — Elogia Valerie. — Daria uma Ótima Coordenadora, embora eu tenha sentido que você passou por dificuldades durante nossa disputa!
         — É... Não foi fácil não!
         — Escuta! Eu tenho mais uma coisa aqui pra você! Já que está viajando com o Matt, leve isto!
         Valerie estende um aparelho eletrônico amarelo para Y, que o acolhe de braços abertos.
         — O que é isto? — Pergunta a menina ao perceber que não conhecia o equipamento.
         — É um Pokémon Navigator, mais conhecido como PokéNav. Serve para encontrar e analisar Pokémons antes mesmo que eles apareçam nos matinhos. Também serve como mapa, tem conexão com a internet e pode divulgar as datas e locais de Contests, Torneios e qualquer tipo de Competição Pokémon no Mundo Inteiro. Eu ganhei este há muito tempo, mas nunca cheguei a usar, afinal, sou uma Gym Leader e quase nunca saio da cidade. Enfim, é um item bom para treinadores em viajem, como vocês, e será útil para todos, eu tenho certeza.
         — M-Muito obrigado! — Y agradece sem jeito, ficando vermelha.
         — Bem, o que vamos fazer agora, Gente? — Pergunta Y pro grupo do Projeto Ômega quando algo de repente acontece. Atrás da garota, algo obscuro e de forma etérea toma proporções enormes. Era a imagem da cabeça de uma mulher, do tamanho de Y mais ou menos.
         — AAAAAAIII! — Grita Valerie ao ver a cabeçorra fantasma. — OLYMPIA! ASSIM VOCÊ ME MATA DE SUSTO!
         — Ah! Valerie, finalmente te achei! O que está fazendo que não está defendendo o povo de Laverre? — Pergunta Olympia, a mulher fantasma.
         — Defendendo o Povo? E por que eu estaria fazendo isso? — Pergunta Valerie incrédula.
         — Ora, pois! A Cidade de Laverre foi invadida! — Diz Olympia.
         — Como assim invadida? — Valerie pareceu não entender a mensagem, mas Y correu diretamente para seus amigos.
         — A Team Flare... Está destruindo a cidade! Parece que estão procurando algo ou alguém! Como foi que você não viu isso? Não vai me dizer que estava dormindo até meio-dia mais uma vez!
         — Eu estava... Estava em uma batalha de Ginásio, se você quer saber! Em duas batalhas, para sermos mais exatos! — Esclarece a Líder Valerie, que avança até a janela, empurrando a cortina para o lado pra ver o que Olympia estava dizendo. Era verdade. A Cidade estava sendo destruída pela Team Flare e seus clássicos pokémons de Fogo.
 
 
         — Sou eu que eles querem! Ou melhor... Nós! — Diz Y, lá da plateia, alto o suficiente para que a cabeça da mulher-fantasma pudesse ouvir. — TEMOS QUE SAIR DAQUI AGORA!!
         — Olympia, onde você está? — Pergunta Valerie.
         — Em Anistar, é claro. No meu Ginásio! Estou fazendo essa conexão mental porque está dando nos noticiários! Tem casas pegando fogo e os moradores estão apavorados. Temem que este seja outro episódio da "Árvore-Mãe"! E os repórteres dizem que a Gym Leader não está fazendo nada pra ajudar, então resolvi procurar você com meus poderes psíquicos e--
         — Tem como me mandar um pokémon?! — Pergunta Valerie imediatamente ao ver a cara de apavorados do grupo do Projeto Ômega. — Digo, algum pokémon que se teletransporte aqui pra dentro do ginásio e tire todos em segurança! Tem crianças, ou melhor, adolescentes aqui que precisam sair ilesos desse ataque!
         — E tem mais: Nós somos o que eles querem! — Anuncia Y. — Andamos derrubando uns capangas por aí e... Cara, como fomos passar a noite aqui? Agora eles sabem que estamos na cidade! Por favor, Sra. Olympia (Posso te chamar assim...?), nos ajude a escapar daqui!! Por Favor!
         — Claro, claro. Espere um minuto. Vou mandar Slowking aí rapidinho. Não temam que a ajuda está a caminho!
         A Cabeça da mulher se desfaz em uma fumaça lilás e então, dois segundos depois, um pokémons aparece em seu lugar.
         — Slow!
         — Segurem-se no Slowking! — Todos ouviram a voz de Olympia, mesmo que ela não estivesse mais visível. — Se é a sua primeira vez podem se sentir enjoados, portanto respirem bem fundo antes do teleporte.
         Y segura em uma das mãos de Slowking. Shauna vai do outro lado, então todos fazem uma roda segurando as mãos uns dos outros. Em um instante estavam todos ali, como se estivessem cantando Ciranda Cirandinha, depois já não estavam mais. Haviam sido teletransportados pra bem longe dali, pra longe de Laverre, pra longe da Team Flare.
         — E você, Valerie... — Diz a voz de Olympia, agora ocupando todo o ginásio. — Vá lutar e defender o seu povo!
         — C-Claro! Esse é o meu dever como Líder de Ginásio, certo? Vamos, Irmãs Furisode! VAMOS!
         Todas saem juntas, empunhando suas pokébolas, prontas pra luta. E o lugar em que há poucos minutos foi o palco de diversas emoções, todas misturadas, desde muito choro, mágoa, preconceito, dor e desapontamento até alegria, felicidade e pulinhos de vitória foi substituído por um silêncio estranhamente anormal...

Continua nos Capítulos Ωmega...


Pokémon XY Adventures || Nothing Lasts Forever and Ever (Season 3) – Escrito em Janeiro de 2014 – A cópia ou redistribuição desse material é totalmente proibida.
Pokémon e todos os respectivos nomes aqui contidos pertencem à Nintendo.

Ao escrever a fanfic o autor não está recebendo absolutamente nada, ou seja, não há fins lucrativos e nenhuma obtenção de lucro com a escrita dessa história. A fanfic foi projetada apenas como uma forma de diversão, de entretenimento e passatempo para outros fãs de Pokémon. ~

2 comentários:

Anonymous said...

Gostei...

Kevin Fahrenheit said...

Obrigado! ^^

Post a Comment

Por Favor, não xinguem, não briguem, respeitem a opinião dos outros e façam somente críticas construtivas

#Kevin_

Free Pikachu 2 Cursors at www.totallyfreecursors.com